quarta-feira, 13 de julho de 2011

sou



lagarta
na própria trama
enclausurada

 
 

caracol
aprisionado
em rodamoinhos

 
 
 
bem-te-vi
sôfrego de saudade
em mal-te-ver

 
 

mulher
bastante em si:
ama e poetisa.




13.07.2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário