quarta-feira, 24 de junho de 2009

várias pequenuras




várias pequenuras
palavras são sensíveis ao toque


como brisa de relva
suave ao toque
terna e cheia de vida...


seus olhos
cativam-me
brandas iluminuras


confesso
ainda conto estrelas
ainda cultivo sonhos ao sereno



 

Nenhum comentário:

Postar um comentário