domingo, 15 de fevereiro de 2009

Retratos inventados - parte IV - O amarelo



Retratos inventados
- parte IV - 


O amarelo


Um homem vestido de naftalina
gostava de me dizer coisas.
As palavras dele eram férteis de amargura,
tão férteis que faziam brotar lágrimas em meus olhos.
O tempo esvaia-se com o cair das estações
e eu percebia que minhas roupas começavam a parecer naftalinas também.
Meu espelho tinha um olhar tristinho quando me via.
As palavras férteis do homem vestido de naftalina faziam muito mal para meu sorriso, que começou a ficar amarelo.
Minha poesia também amarelava...


Nenhum comentário:

Postar um comentário